ENSINO A DISTÂNCIA: COMO LIDAR COM OS PRECONCEITOS?

/, Educação no País, Tendências/ENSINO A DISTÂNCIA: COMO LIDAR COM OS PRECONCEITOS?

Ensino a distância. Crédito: Germano Lüders/EXAME

Fonte: CBN

 

Neste artigo, a educadora Andrea Ramal faz uma análise minuciosa acerca dos prós e contras da modalidade de ensino a distância. Segundo a especialista em educação, pontos como facilidade de acesso ao ensino e a economia contribuem positivamente para o crescimento dessa modalidade de ensino.

No ‘Escola da Vida’, a educadora Andrea Ramal analisa o crescimento constante das matrículas de graduação na modalidade a distância. Os ouvintes participaram enviando mensagens e compartilhando suas experiências.

Além de oferecer mais vagas do que o ensino presencial, a o EAD alcançou o índice histórico de dois milhões de alunos. A modalidade teve um crescimento de 17% em relação a 2017. Já o ensino presencial registrou queda de 2%.

Benefícios do EAD

“Os cursos de graduação na modalidade a distância têm crescido ultimamente. Hoje, um a cada quatro estudantes matriculados estudam a distância. Esse crescimento se dá, principalmente nas grandes cidades, porque o aluno evita perda de tempo com deslocamento. Já os alunos que moram nas cidades situadas longe dos grandes centros urbanos têm acesso a professores das melhores universidades, que talvez não tivessem nas instituições dos seus municípios. Existem cidades, inclusive, sem ensino universitário. Ou seja, o ensino a distância abre uma série de oportunidades que até pouco tempo atrás, sem a tecnologia, não eram possíveis”, analisa a educadora.

Mensalidades mais baratas 

“As mensalidades de cursos a distância têm um custo menor, já que as faculdades não têm uma série de gastos, com infraestrutura e manutenção. Às vezes, as instituições economizam até com o pagamento dos professores, já que videoaulas podem atingir 20 ou mil alunos, com o mesmo custo”, comenta Andrea.

Pontos negativos

Andrea Ramal também destaca os riscos, como a falta de disciplina do aluno: 

“Existem cuidados a serem tomados. Há riscos nos cursos online, como a massificação do ensino e a falta de um aprendizado personalizado, de que os alunos precisam e têm direito. Além disso, existem polos de EAD sem biblioteca adequada e espaço para os alunos interagirem. Com relação ao aluno, o risco é relacionado à disciplina. Quem não tem autodisciplina corre o risco de abandonar o curso”, destaca a especialista.

Se você se interessou sobre o tema levantado pelo artigo acima, não pode deixar de ler o artigo EDUCADORA ANDREA RAMAL ANALISA OS ENREDOS VENCEDORES DA VIRADOURO E DA ÁGUIA DE OURO, onde a educadora Andrea Ramal analisa como os enredos de escolas de samba podem servir como ferramentas pedagógicas em sala de aula

Para acessar o artigo na íntegra, click no link:

AS QUATRO COISAS PROIBIDAS NA REDAÇÃO DO ENEM

5 de janeiro de 2022|0 Comments

Neste artigo, a educadora Andrea Ramal promove um debate com a youtuber Carol Mendonça acerca das quatro coisas que um estudante que deseja realizar uma boa redação não pode fazer. Se você se interessou pelo tema, então não deixe de ler o texto abaixo.

CRISE INFLUENCIA NO NÚMERO DE INSCRITOS NO ENEM

16 de dezembro de 2021|0 Comments

Regras para isenção de pagamento da taxa de inscrição e para treineiros também estão entre as razões

ENEM 2021 – COMO OS ESTUDANTES DEVEM SE PREPARA?

18 de novembro de 2021|0 Comments

O Enem é a principal porta para que os jovens possam ingressar em um curso do ensino superior. Neste artigo a educadora Andrea Ramal aborda os principais desafios enfrentados pelos estudantes que desejam participar do exame em 2021.

2022-03-20T11:31:17+00:00