Distrito Federal teve 28 mil alunos fora das salas de aula durante a pandemia

/, Educação no País/Distrito Federal teve 28 mil alunos fora das salas de aula durante a pandemia

Fonte: Eu Estudante, Isabela Oliveira. 29 de abril de 2021.

Em 2020, 28 mil crianças e jovens não tiveram acesso às aulas presenciais nas escolas do Distrito Federal. Os dados são do estudo “Cenário da Exclusão Escolar no Brasil – um alerta sobre os impactos da pandemia da Covid-19 na Educação”, lançado pelo UNICEF, em parceria com o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação (Cenpec Educação). O chefe de educação do Unicef, Ítalo Dutra, avaliou que o DF está na média nacional. Antes da pandemia, 2,8% das crianças estavam fora da escola. Durante o isolamento, esse número quase dobrou e chegou a 5,4%.

Para Andrea Ramal, doutora em Educação pela PUC-Rio, o grande número de crianças e jovens fora da escola vai gerar importantes efeitos econômicos a longo prazo. Ainda segundo a especialista, o Brasil já tinha uma educação desigual em todos os Estados. “Quando você tem um número tão representativo, isso é grave para a região, porque a educação está ligada diretamente à competitividade e à inserção no mercado. Assim, sempre que você tem uma região com alto quantitativo de estudantes fora da escola, você terá como consequência um número menor de pessoas com condições de entrar no mercado de trabalho”, explica.

>LEIA NA ÍNTEGRA
2021-11-03T09:37:09+00:00