Andrea Ramal vai integrar o conselho de especialistas do Instituto Cultural Vale

/, Tendências/Andrea Ramal vai integrar o conselho de especialistas do Instituto Cultural Vale

(crédito: Álef Calado/Esp. CB/D.A Press)

Fonte: Correio Braziliense | Autora: Roberta Pinheiro

A educadora Andrea Ramal vai integrar o conselho de especialistas do Instituto Cultural Vale, que contará também com a escritora Heloísa Buarque de Hollanda; a fundadora da Redes da Maré, Eliana Sousa Silva e o sócio da editora Sextante, Marcos da Veiga Pereira.

De acordo com Luiz Eduardo Osorio, diretor-executivo da Vale e presidente dos Conselhos Estratégicos e de Curadores do Instituto Cultural Vale e da Fundação Vale, mais do que nunca, é fundamental democratizar o acesso à cultura e viabilizar projetos múltiplos em todas as regiões do país. “Neste conselho, tem pessoas da academia e representantes do meio cultural. Elas vão ser uma caixa de ressonância e contribuir para esse investimento em cultura no nosso país. E a cultura é pressuposta da democracia, é essencial para o exercício pleno da cidadania”, afirma Luiz Eduardo Osorio

Para consolidar mais de 20 anos de incentivo à cultura e, principalmente, avançar no propósito de fomentar múltiplas manifestações culturais e a economia criativa do Brasil, a mineradora criou o Instituto Cultural Vale. Lançada em setembro, a iniciativa nasce simultaneamente com a 1ª Chamada Vale de Patrocínios Culturais, que vai destinar R$ 20 milhões para projetos culturais que valorizem os patrimônios e as identidades brasileiras, ao mesmo tempo em que contribuem para o desenvolvimento socioeconômico dos locais onde são realizados.

“Com a criação do Instituto, a Vale pode ampliar o fomento à cultura e a geração de oportunidades. Partimos dessa premissa de que cultura tem um papel fundamental na formação social, nas comunidades nas quais os projetos se desenvolvem, e é capaz de construir um legado”, comenta Osorio.

Mesmo tendo sido lançado recentemente, o instituto ganha vida com 60 projetos criados em mais de 50 municípios brasileiros. São aqueles que já recebem o apoio e o patrocínio da Vale. Dentre eles, existe uma rede de espaços culturais próprios da Vale – Memorial Minas Gerais Vale (MG), Museu Vale (ES), Centro Cultural Vale Maranhão (MA) e Casa da Cultura de Canaã dos Carajás (PA). A mineradora ainda colabora com equipamentos culturais e festividades como o Círio de Nazaré, o Museu de Arte do Rio, o Theatro Municipal, o Instituto Inhotim e o Museu de Congonhas, entre outros.

>Leia a matéria completa
2020-10-05T17:38:47+00:00