SECRETÁRIO PEDRO FERNANDES E ANDREA RAMAL DEBATEM SOBRE PROJETOS PARA EDUCAÇÃO NO RIO

/, Educação no País, Profissão Professor, Tendências/SECRETÁRIO PEDRO FERNANDES E ANDREA RAMAL DEBATEM SOBRE PROJETOS PARA EDUCAÇÃO NO RIO

Crédito: Marcos Serra Lima/G1

 

Fonte: CBN 

 

No terceiro boletim ‘Escola da Vida’ do programa CBN Rio, da rádio CBN, a educadora Andrea Ramal e o secretário estadual de Educação do Rio, Pedro Fernandes, falaram sobre os projetos para a área.

O secretário admitiu que faltam vagas para estudantes no período diurno no sistema de ensino do estado. Ele entende este seja um dos principais motivos para a evasão escolar de 12% no estado, de acordo com o Censo 2017. “A gente tem um déficit muito grande de oferta de vagas diurnas. Muitas crianças de 14 ou 15 anos querem estudar, mas só têm oportunidade de escolher a vaga noturna hoje”, explica.

O secretário afirmou que a secretaria pretende construir dez escolas ainda neste ano e que a gestão de Luiz Fernando Pezão (MDB) investiu R$ 300 milhões na reforma das escolas nos últimos três meses. Ele classificou a ausência de professores como um dos principais problemas da educação fluminense e disse que a pasta pretende convocar os aprovados em concurso para ocupar as vagas. Não há previsão para novos concursos.

A Doutora em Educação pela PUC-Rio comentou sobre a ampliação de redes de escolas públicas que serão administradas por militares. “Um grupo de educadores vê essa medida com algumas preocupações, ainda que possa possibilitar uma elevação dos índices do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Existe o temor de um excesso de rigor e a implementação de uma pedagogia mais tradicional”, comenta a especialista.

“Tenho certeza que todos os moradores do Rio de Janeiro estão preocupados com a relação entre secretaria e professores. Nossa rede é muito castigada pela falta de docentes, mas também pelas greves. O governo Pezão enfrentou uma greve de quase cinco meses sem aula. É essencial resgatar essa relação e garantir que não haja mais um período de paralisação desse tipo”, ressalta a educadora.

Ouça o quadro na íntegra!
2019-01-17T13:34:10+00:00