Redação do Enem dá um passo à frente na liberdade de expressão

//Redação do Enem dá um passo à frente na liberdade de expressão

Fonte: G1Autora: Andrea Ramal

Está suspenso provisoriamente pela Justiça Federal o item do edital do Enem que prevê nota zero e, portanto, desclassificação, para quem expressar desrespeito aos direitos humanos na prova de redação. Se os responsáveis pelo exame tiverem juízo, deveriam simplesmente acatar a decisão.

É um silogismo: entre os direitos humanos, está a liberdade de expressão. Logo, para um candidato ser julgado em condições iguais que os demais, deveria ter a sua liberdade de pensamento e expressão respeitada. O Enem previa que, dependendo dos pensamentos que os candidatos manifestassem, eles pudessem ser eliminados. Não é um contrassenso?

A prova de redação pede um texto dissertativo-argumentativo, em geral sobre um problema atual e polêmico. Entre os temas, já tivemos o racismo, a violência contra a mulher, a intolerância religiosa, o trabalho infantil. É requerido do candidato que, além de analisar as questões e defender seus pontos de vista, apresente possíveis soluções, viáveis e factíveis.[…]

Leia a matéria completa
2018-01-16T11:16:45+00:00