ESCOLAS INTRODUZEM NA ROTINA DOS ALUNOS AÇÕES QUE PODEM MUDAR A RELAÇÃO DELES COM O PLANETA

/, Tendências/ESCOLAS INTRODUZEM NA ROTINA DOS ALUNOS AÇÕES QUE PODEM MUDAR A RELAÇÃO DELES COM O PLANETA

Alunos da Escola Habitat aprendem valores sustentáveis desde pequenos – Foto: Divulgação

Fonte: O Dia

 

Iniciativas como reciclar papéis em sala de aula ou fazer excursões a parques e jardins para ensinar sobre plantas são cada vez mais comuns nas escolas. Porém, algumas instituições, tanto públicas quanto particulares, têm ido além e introduzido à rotina dos alunos algumas ações que podem mudar verdadeiramente a relação deles com o planeta.

Na Ong-escola Solar Meninos de Luz, que recebe crianças das comunidades Pavão-Pavãozinho e Cantagalo, os alunos aprendem a ter consciência crítica quanto à preservação e ao consumo consciente. “Acreditamos que quanto maior for o contato das crianças com esses temas, maiores serão as chances delas valorizarem a natureza no futuro”, explica Tatiana Neves, professora e coordenadora pedagógica do Solar. No projeto Germinar, as crianças entram em contato com a terra por meio das sementes, que serão plantadas em estufas, cuidadas e colhidas pelos pequenos, para que depois façam parte das refeições oferecidas pelo local. Também faz parte do projeto o mutirão ecológico na praia, que conscientiza sobre o descarte correto do lixo e seu impacto ambiental.

Para a educadora Andrea Ramal, questões decisivas para o futuro do planeta estão entrando de modo cada vez mais forte na agenda dos países, das empresas e também da educação. “As pessoas começam a entender que só poderemos viver bem se nossas relações foram baseadas em valores sustentáveis”, diz. Porém, lembra, educar para a sustentabilidade não é apenas algo limitado a uma “educação ambiental” e que se limite, por exemplo, a ensinar crianças a plantar árvores e cuidar da natureza.

“Sustentabilidade é mais do que isso. Supõe um modo de viver, produzir e trabalhar que atenda às demandas das gerações atuais sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazer as próprias necessidades. O novo sistema de vida social precisa unir sustentabilidade e equidade. Portanto, aulas e atividades voltadas para o debate sobre a sustentabilidade do planeta, a relação de dominação do homem sobre a natureza e o respeito pelo meio ambiente podem mudar positivamente a vida dos alunos”, conclui.

Leia a matéria completa
2019-11-18T11:10:32+00:00