CAMPOS DE EXPERIÊNCIA NA PRÁTICA: COMO TRABALHAR “ESPAÇO, TEMPO, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES” NA EDUCAÇÃO INFANTIL

/, Profissão Professor, Tendências/CAMPOS DE EXPERIÊNCIA NA PRÁTICA: COMO TRABALHAR “ESPAÇO, TEMPO, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES” NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Crédito: Getty Images

 

Fonte: Nova Escola Autor: Lucas Santana

 

Nas últimas semanas, a revista Nova Escola voltou suas atenções para os Campos de Experiência da Base Nacional Comum Curricular da Educação Infantil. Trouxemos, ao longo de uma série de matérias, relatos de atividades desenvolvidas por educadores de todo o país com base nos conceitos e propostas do novo documento da Educação.

Nesta série, iniciada com “O eu, o outro e o nós” e seguida por “Corpo, gestos e movimentos”“Traços, sons, cores e formas” e “Escuta, fala, pensamento e imaginação”, a Nova Escola traz exemplos de atividades que professores de todo o país estão desenvolvendo com bebês e crianças tendo como base os Campos de Experiência. Para finalizar a série, nos dedicamos ao último Campo, “Espaço, tempo, quantidades, relações e transformações”.

O quinto Campo de Experiência da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) propõe que os educadores estimulem nas crianças a exploração, a observação do meio e dos objetos. “É uma iniciação ao conhecimento matemático, ao espírito científico, à atitude de descoberta e aprendizagem permanente”, analisa a consultora e doutora em Educação pela PUC-Rio Andrea Ramal.

Leia a matéria completa
2019-05-28T11:16:04+00:00